sexta-feira, 31 de maio de 2013


 o silêncio do pinguço Lula esponja faz hoje 189 dias


Um processo iniciado pela Polícia Federal com base em provas mais que robustas (incluindo escutas telefônicas e acesso a e-mails), envolvendo duas dezenas de criminosos (entre os quais pode estar Lula) não chegou ao fim.
Durante as investigações, a PF trabalhou com presteza e isenção. Fez o que dela se espera. Depois que se soube da extensão dos tentáculos do pinguço picareta, o Lula Esponja, o ritmo caiu extraordinariamente, quase parando...!
O que terá ocorrido? As ameaças da Rose do Lula foram suficientemente fortes para que a blindagem fosse elevada a questão de estado?  
Rose do Lula não tem como se esquivar de um processo criminal. As provas são tão fartas que chegam a ser repetitivas. Corrupção ativa e passiva, tráfico de influência, enriquecimento ilícito, estelionato, etc.  
Onde estão o Ministério Público e a Polícia Federal? Como justificam o silêncio e a inação?
De Lula entendemos (e não aceitamos) o silêncio. É comum vermos “malfeitores” (usando a novilíngua de Dilma) calar-se para não se incriminarem. É uma garantia constitucional.
Os homens da lei é que não podem e não devem estar submetidos a esse voto de silêncio ou de esquecimento.
Se eles (e todos os outros) não têm vergonha na cara, lembrem-se que nós, que bancamos as contas deste relacionamento pessoal bancado com verbas públicas, temos! E exigimos uma ação da Justiça

Esplêndido! Presidente do BC diz que alta de juros foi para devolver confiança na economia. Este é o Brasil do PT.

Um dia depois de comandar a reunião que elevou a dose dos juros, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, disse à Folha de São Paulo que a partir de agora o "carro-chefe do crescimento deve ser o investimento", e não o consumo, e que o BC "decidiu de forma unânime apertar" a política monetária para reforçar "a confiança" na economia.

PT prepara retaliação contra Barbosa. Criação de novos tribunais vai custar R$ 8 bilhões por ano para os brasileiros.

Apesar da resistência do comando do Supremo Tribunal Federal (STF), o vice-presidente do Congresso, deputado André Vargas (PT-PR), planeja promulgar na próxima semana a emenda constitucional que cria quatro tribunais regionais federais. O petista assumirá a partir de quarta-feira a presidência do Congresso no lugar do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que tem viagem marcada para Portugal, e aproveitará a chance para dar validade à proposta, aprovada em abril pelo Congresso.

Barbosa argumenta que os novos tribunais poderão aumentar os gastos do Poder Judiciário em até R$ 8 bilhões por ano, sem acabar com o excesso de processos que congestiona a Justiça Federal. Numa reunião com associações de juízes que defendem os novos tribunais, o presidente do STF chegou a acusá-las de agir de forma "sorrateira" ao trabalhar a favor da proposta no Congresso. 

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Por que o Ministério Público Federal não está investigando a lambança da Bolsa Família?

O MPF está em luta aberta com a Polícia Federal para não perder o seu poder de investigação, o que ocorrerá se for aprovada a PEC 37. No entanto, um escândalo ocorre com o maior programa social do país, envolvendo acusações infundadas por parte de membros do Governo Federal, mentiras oficiais em rede nacional por parte de dirigentes da Caixa, decisão do governo de colocar uma pedra sobre o assunto e onde está o MPF? Por que não organizou uma força-tarefa para atuar em todo o Brasil? Por que não está, como sempre faz, ululando na mídia, banhando de holofotes os seus jovens integrantes em busca de fama? Será que o MPF só sabe investigar pequenos produtores rurais e pequenos comerciantes, além de políticos de oposição? Quando é para peitar o Governo Federal o MPF recua? O que é mesmo mais perigoso  para o país? Um MPF chapa branca, politiqueiro, covarde ou a Polícia Federal? E não me venham com explicações em juridiquês. Quando o MPF quer, ele faz. Por que não está investigando a lambança da Bolsa Família?

A mamulenga Dilma manda esconder a verdade sobre o que ocorreu na lambança da Bolsa Família.

O governo federal se negou a divulgar informações detalhadas sobre o pagamento adiantado do Bolsa Família, que pode ter originado os boatos sobre o fim do programa e a corrida aos caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal no dia 18 passado. Questionados pela Folha em relação a pontos ainda obscuros do episódio, tanto o banco como o Ministério do Desenvolvimento Social afirmaram que não responderiam as perguntas.

Comissão da Verdade nega-se a investigar um crime contra a Humanidade: o uso de menores para atos de terrorismo.

O Direito Internacional considera uma violação dos direitos humanos o recrutamento de menores para participarem de conflitos armados. No Decreto n.º 5.006, de 8 de março de 2004, o então presidente pinguço, Luiz Inácio , promulgou o Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança, relativo ao envolvimento de crianças em conflitos armados, adotado em Nova York em 25 de maio de 2000. Essa importante norma do Direito Internacional estabelece no seu artigo 4.º: "1. Os grupos armados distintos das forças armadas de um Estado não deverão, em qualquer circunstância, recrutar ou utilizar menores de 18 anos em hostilidades. 2. Os Estados Partes (como é o caso do Brasil) deverão adotar todas as medidas possíveis para evitar esse recrutamento e essa utilização, inclusive a adoção de medidas legais necessárias para proibir e criminalizar tais práticas".

Terroristas que hoje posam de juízes na Comissão da Verdade recrutavam crianças para atuarem em missões perigosas, um crime contra a Humanidade. Comissão da Verdade de um lado só não quer investigar estes casos.

Cinco anos depois de o Brasil ter promulgado o protocolo, no entanto, os autores do livro acima mencionado se conformaram em denunciar o terrível crime dos agentes do Estado contra os menores, omitindo-se de caracterizar o fato, explicitamente reconhecido no texto, de que menores foram recrutados por diversas estruturas de organizações guerrilheiras e/ou terroristas. A seguir fragmentos do livro: "Secundaristas se engajaram, em plena adolescência, nas organizações da resistência clandestina, e muitos participaram em ações de guerrilha". O livro dá destaque a dois casos: o de Nilda Carvalho Cunha (1954-1971), morta depois de selvagem tortura, que tinha ingressado "muito cedo na organização clandestina Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8)", e o de Marco Antônio Dias Baptista (1954-1970), o mais jovem desaparecido político brasileiro, que "precoce filiou-se à Frente Revolucionária Estudantil, ligada à VAR-Palmares".


Até hoje, os grupos terroristas da América Latina, como as FARC, da Colômbia, continuam utilizando crianças para ações mais perigosas. As FARC tem o apoio do Foro de São Paulo que, por sua vez, dá as ordens para a Comissão Nacional da Verdade através do seu principal membro no país: o PT.

TCU denuncia: a mamulenga Dilma gastou R$ 22,4 bilhões em maquiagem...das contas públicas.

As manobras trambiqueiras contábeis feitas pelo governo no apagar das luzes de 2012 para garantir o cumprimento da meta de superavit primário do ano passado receberam ontem duras críticas oficiais. O TCU (Tribunal de Contas da União) considerou a chamada "contabilidade criativa", por unanimidade, um dos principais problemas das contas do segundo ano do governo da mamulenga Dilma Rousseff --que foram aprovadas com um total de 22 ressalvas.

A criação de receitas "atípicas", conforme o tribunal, já havia danificado a credibilidade da política fiscal junto a agentes do mercado. O superavit primário, que é a economia para pagar juros da dívida pública, é o indicador oficial básico para aferir a situação fiscal do governo. Para o ministro-relator do processo, José Jorge, as manobras podem "fulminar" a utilidade do indicador.

Nos últimos três dias de 2012, a equipe econômica do governo promoveu uma série de operações triangulares, consideradas "atípicas" pelo TCU, envolvendo a Caixa Econômica Federal, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o Fundo Soberano Brasileiro --uma espécie de poupança criada em 2008 voltada para bancar projetos estratégicos do país. Ao todo, R$ 22,4 bilhões foram levantados de forma "extraordinária e atípica".

O TCU não afirma que as manobras foram ilegais, mas o relator foi assertivo ao dizer que o governo teve a intenção deliberada de mascarar as contas públicas. "Não sei se é maquiagem, porque a maquiagem, pelo menos nas mulheres, é sempre feito para melhorar",

quarta-feira, 29 de maio de 2013


A privataria petista. A mamulenga Dilma perdoa dívidas para seus doadores fazerem negócios com africanos corruptos, ladrões e assassinos. Como sempre: pintou sujeira, pintou PT!

A mamulenga Dilma promove a privataria de dinheiro público para ajudar doadores da campanha petista a ganharem rios de dinheiro na África corrupta. Parte deste dinheiro, ganho por empreiteiras e grandes conglomerados voltará na forma de polpudas doações para ser usado na reeleição da mequetrefe Dilma.

Dilma, a mãe dos picaretas, criada por um, que além de tudo é pinguço.
Como se fosse  uma imperatriz, a  mamulenga Dilma anunciou em Adis Abeba que perdoou as dívidas de 12 países africanos com o Brasil. Coisa de US$ 900 milhões.  

Quem lê a palavra "perdão" associada a um país africano pode pensar num gesto altruísta, em proveito de crianças como Denis, que nasceu na pobre província de Oyo, num país assolado por conflitos durante os quais quatro presidentes foram depostos e um assassinado.

Em tese, o perdão da mamulenga Dilma destina-se a alavancar interesses empresariais brasileiros. Em bem que achei muito estranho a presença constante do pinguço Lula Esponja na Africa!  
 
A mamulenga Dilma diz que "o engajamento com a África tem um sentido estratégico". Antes tivesse. O que há é oportunismo, do mesmo tipo que ligava o Brasil ao colonialismo português ou aos delírios de Saddam Hussein e do "irmão" líbio.

Sub-Chefe da quadrilha do Mensalão culpa oposição e mídia pelos boatos da Bolsa Família.

Artigo escrito pelo mensaleiro condenado José Mensalão Dirceu, em vésperas de ver o sol nascer quadrado, culpando a oposição pela incompetência do governo petista em gerir a Bolsa Família: 

"Na minha opinião, está claro que o boato foi coisa arquitetada pela oposição, pois não poderia ter se espalhado somente em Estados do Norte e do Nordeste e em alguns locais no Rio de Janeiro.

É  MUITA  CARA  DE  PAU  DESTE  SAFADO...!

Vivemos, agora, a história de um boato que virou luta política. Com contribuição decisiva da mídia, que se empenha em passar à população a ideia de que o boato sobre o Bolsa é coisa do próprio governo, que a culpa disso tudo é da CEF. Estão numa campanha descarada para desmoralizar o Bolsa Família."


A Rejane (Mel) do Blog by Mel, uma das blogueiras mais antenadas, lembrou deste vídeo:

Renan vestirá calças ou, como sempre, as venderá pelo melhor preço?

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), se recusou ontem a colocar em votação a medida provisória que trata da redução das tarifas de energia no país. Com isso, crescem as chances de que a MP perca a validade na segunda, prazo máximo para que ela seja aprovada pelo Congresso. Ao se recusar a analisar a medida, Renan disse que não recuaria do compromisso público que fez com os colegas de não mais votar MPs a toque de caixa.

terça-feira, 28 de maio de 2013

PF indicia 22 e desmonta quadrilha dentro do governo petista do Acre. Mas poupa governador.
PINTOU CORRUPÇÃO...O PT ESTÁ ENVOLVIDO!
A Polícia Federal indiciou ontem 22 pessoas por formação de um suposto cartel para fraudar licitações e contratos no governo do Acre, entre eles um sobrinho do governador Tião Viana (PT) -Tiago Viana - e dois secretários de Estado. No documento, a PF anexou um relatório complementar com citações ao governador e uma conversa telefônica dele com um dos investigados para que o Tribunal de Justiça avalie se abre apurações sobre seu suposto envolvimento no caso ou encaminha o material ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Contabilidade criativa do PT abre buraco negro de R$ 590 bilhões na economia. (pintou sujeira, pintou PT!)
 
 
Imagine um gastador contumaz que decide mudar de vida. A partir de agora, ele vai poupar boa parte do que ganha até equilibrar suas contas. Para facilitar seu esforço de austeridade, porém, ele prefere não contabilizar como dívida as prestações de um apartamento na praia. Por outro lado, resolve contar como poupança os futuros dividendos de ações que acaba de comprar. Ou seja, seu impulso de gastador continua lá — mas ele tenta se convencer de que sua situação não é tão ruim assim. De maneira simplificada, é isso que o governo tem feito para cumprir a meta do superávit primário, a economia de recursos para o pagamento de juros da dívida pública.

Desde 2009, parte das dívidas, dos gastos e das receitas não é registrada adequadamente. O mercado apelidou os subterfúgios de “contabilidade criativa”. A consultoria econômica Tendências calculou os valores envolvidos nas manobras e mostra que seria melhor chamar a estratégia de “contabilidade destrutiva”. Em quatro anos, 48 bilhões de reais em receitas futuras foram incluídos no cálculo do superávit. Ou seja, dinheiro que ainda não existe foi contado como recebido. Outros 63 bilhões, de recursos empregados no Programa de Aceleração do Crescimento, foram somados à economia. E ficaram de fora dívidas de 479 bilhões de reais — o equivalente ao PIB da Finlândia
PT e sua bolsa cheia de mentiras.

O governo petista mentiu o tempo inteiro no escandaloso caso dos boatos que geraram os tumultos e a corrida para sacar a Bolsa Família. Mentiu que tinha sido a oposição. Mentiu que não tinha depositado o dinheiro na sexta-feira. Mentiu que havia mentido porque não sabia. A última mentira é para abafar a maior mentira, que uma empresa de telemarketing tinha sido identificada no Rio de Janeiro como a origem organizada dos boatos. Agora a informação de que o call center havia sido localizado pela Polícia Federal e que o caso estaria solucionado nas próximas horas virou apenas "uma linha de investigação". O PT não cansa de abrir a sua bolsa de mentiras. Até quando?
Aécio: Dilma deve pedir desculpas pela lambança da Bolsa Família.
O senador Aécio Neves (MG), presidente do PSDB e pré-candidato à Presidência, criticou a Caixa Econômica Federal pelo boato do Bolsa Família. Segundo o tucano, a presidente mamulenga Dilma Rousseff deve desculpas aos brasileiros. Para Aécio, as duas versões dadas pela Caixa sobre os pagamentos mostram que "a instituição atende a um governo e não ao Estado". As declarações foram dadas em entrevista coletiva à imprensa, que está ocorrendo neste momento na sede do PSDB, em Brasília.
===========================================================
==========================================================
É preciso sempre saber quando uma etapa chega ao fim.

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado...

FERNANDO PIMENTEL ,MAIS UM CORRUPTO PROTEGIDO DA MAMULENGA DILMA.

Procurador confirma denúncia de corrupção contra ministro 'intocável'. 


Fernando Pimentel, o 'intocável' ministro do Desenvolvimento brasileiro, próximo à mamulenga Dilma  , foi acusado pelo Procurador-Geral da República de desvio de verbas.
O 'intocável'  amiguinho da mamulenga, o ministro do Desenvolvimento brasileiro, Fernando Pimentel, um dos colaboradores mais próximos dela e que a presidente, ao contrário do que fez com outros denunciados, manteve no governo apesar de inúmeras denúncias de irregularidades, está a ser acusado pelo Procurador-Geral da República (PGR), Roberto Gurgel, de desvio de verbas quando era presidente da câmara de Belo Horizonte, terceira maior cidade do Brasil. É ele, o ministro que a mequetrefe Dilma defende ferrenhamente, é o autor do crime de corrupção.
Fernando Pimentel, que coordenou a campanha da mamulenga Dilma  à eleição, em 2010, e é o mais cotado para chefiar também a campanha à reeleição nas presidenciais de 2014.
Na denúncia em causa, Pimentel é acusado diretamente do desvio de 1,9 milhões de euros da autarquia que liderou durante dois mandatos. Todavia, ele é acusado também de enriquecimento ilícito e de várias outras irregularidades milionárias em denúncias que ainda não chegaram ao supremo.

A Polícia Federal publicou nota na manhã de hoje afirmando ter descoberto a origem dos boatos sobre o fim do Bolsa Família.


Diferentemente do que se acreditava, a farsa não partiu de nenhuma agremiação que faz oposição ao governo, já que as mesmas, segundo a própria PF, não tem competência nem pra espalhar mentiras.
Segundo a conclusão apresentada no relatório do inquérito, “ocorreu um grande mal entendido, pois algumas pessoas tiveram acesso a um vídeo da campanha eleitoral de 2002, no qual o ex-presidente pinguço e picareta o Lula Esponja critica a política assistencialista dos governos. Algumas pessoas desinformadas pensaram que o vídeo era recente, e acharam que o pinguço Lula ia mandar acabar com o bolsa família”. No vídeo mencionado, o ex-presidente condena a distribuição de cestas básicas e tickets de leite, afirmando que tais medidas são uma verdadeira “compra de votos”. Segundo Maria Magalhães Mascarenhas de Macêdo, beneficiária do programa, o boato se espalhou quando “a gente viu o presidente dizendo que no Brasil ninguém votava por ideologia, que o povo pensa com o estômago e não com a cabeça, aí a gente pensou que ele ia ser coerente e ia mandar a mamulenga  Dilma acabar com a Bolsa (Família)”. Embora a PF tenha concluído que o vídeo do ex-presidente foi quem causou o mal entendido, Lula Esponja não será interrogado, pois segundo sua assessoria comunicou,(como sempre) ele não sabia de nada. Abaixo o vídeo que causou a confusão:

domingo, 26 de maio de 2013

Bode na sala.

A empresa de telemarketing que espalhou os boatos do final da Bolsa Família, que seria do Rio de Janeiro, não será apenas um bode na sala para encobrir uma sucessão de falhas da Caixa e do Ministério do Desenvolvimento Social? Se o dito call center existisse, a imprensa já teria divulgado o nome, o endereço e os diretores estariam prestando depoimento. Já vamos para três dias da denúncia. E nada. Estranho e muito suspeito. O governo, não a empresa de telemarketing.


O  BOATO  TAMANHO  FAMÍLIA




O  boato, que com certeza, foi espanhado pelo desgoverno dos petralhas, que  iriam acabar com o "ócio remunerado" também conhecido como bolsa família. Esta dando o que pensar...!
Logo agora que o senado aprovou a "bolsa balaio noturno" de mais de 2.000 reais para garotas de programa.Houve uma puta confusão, onde o povão de "lulodependentes"  que adora viver de migalhas em troca de votos correu aos bancos para sacar os benefícios.
Novecentos mil "indivíduos votos" sacaram 152 milhões dos cofres da caixa. 
Para uma coisa serviu o boato, para lembrar que o PT adora lançar boatos, e não foi a primeira vez que eles utilizaram
 "a bolsa voto" para isso.  
 E o que foi visto? imagens de bolsistas nem tão miseráveis assim, com celulares, bijuterias, quase todas com maquiagem, unhas pintadas. E segundo algumas testemunhas que declararam para jornais: Teve gente que veio até de carro. Se o beneficio é para que o cidadão não passe fome... que tem condições de gastar com supérfluos...motos, celulares e carros... não precisa dele.
Passou da hora deste  governo petralha investigar para onde vai o nosso dinheiro. 
Tem muita gente safada recebendo bolsa sem necessidade,recebendo as migalhas do estado. Já basta da petralhada pendurada em cabides de empregos, no maior aparelhamento de máquina pública do mundo.
O mais interessante é ver que toda essa tragédia se deu justamente nos estados onde o PT sempre ganha  as eleições para presidente, os estados onde o poço sem fundo do populismo vagabundo continua perpetuando a miséria e a ignorância. Fora a trambicagem das urnas eletrônicas, que são altamente fraudáveis.
E depois vem a mamulenga da presidente, aos berros dizer que o que fizeram foi uma desumanidade! oras, desumano é manter uma parcela da população tutelada ao estado, sem condições de crescer como cidadão, vivendo de migalhas e trambiques, uma vez que, aquele que recebe bolsa e se nega a ser registrado no emprego está cometendo fraude contra a união. Mas, no PT, a fraude e a sacanagem fazem parte do DNA dessa cambada vermelha.
Agora a PF vai investigar para chegar aos culpados. Não vai chegar! 
Na minha opinião, esse boato partiu de dentro do próprio governo, ou setores ligados à ele, aquele velho jogo imundo que o PT tem por hábito em fazer na política. 
O pior é o "ócio remunerado" vai continuar... 
Infelizmente o Bolsa Família é como o inferno,é uma droga, só tem a porta de entrada. Sair é praticamente impossível.
Agora vamos esperar que a mamulenga da Dilma venha à TV fazer mais um pronunciamento desconexo, sem pé nem cabeça, que no meio vai dar para entender que os petralhas  não vão acabar com a  "galinha dos votos de ouro" que é o Bolsa Família. E todos nós continuaremos sustentando este governo corrupto.
E "vamos que vamos" que a copa das confederações já está com os ingressos esgotados.

Dilma Cristina 


Faltando 17 meses para as eleições presidenciais de 2014, a mamulenga Dilma Rousseff começa a repetir a trajetória de Cristina Kirchner. Se a Argentina enfrenta uma economia totalmente desorganizada e denúncias comprovadas de corrupção envolvendo ela e os altos escalões do governo, pelo menos ainda tem crescimento econômico. Cresce três vezes mais do que o Brasil. Como lá, aqui existem tentativas de calar a Justiça e a Imprensa. A economia está parada. Os níveis de corrupção atingem números insuportáveis. A inflação dispara. Não há mais obra pública que não dobre de prazo e de preço. A mamulenga Dilma Rousseff, assim como a vivuvinha picareta Cristina Kirchner, acharam que o povo lhes deu um "cheque em branco" para comandarem, de forma ditatorial, os seus países. Uma agarrada à imagem do marido falecido. A outra à imagem de um ex-presidente pinguço e picareta  e que lhe deixou uma herança maldita. Ao que tudo indica, os próximos 18 meses marcarão a "cristinização" da mamulenga Dilma, afogada pela crise econômica e pelos escândalos de corrupção envolvendo o seu governo. É o famoso efeito Orloff. Agora não só na economia, mas também na política.

Jornal Nacional mostra fraude na Bolsa Família.

Jornal Nacional deste sábado, dia 25 de maio: 

“Eu fui à lotérica, como vou de costume fazer um depósito na poupança do meu esposo. Fui depositar o dinheiro. Como eu já estava lá, eu tinha que ir fazer isso, aproveitei, levei o cartão, e tirei o Bolsa Família. Quando eu tirei, saíram dois meses, de abril e maio”, conta a dona de casa Diana dos Santos.

Como uma beneficiária da Bolsa Família deposita em poupança, como de costume? Isto significa que ela possui outra fonte de renda e bem considerável, para, como de costume, botar dinheiro na poupança do marido.E mais: deixou abril lá, paradinho, sem retirar. Se não retirou, obviamente, é porque não precisa. A Bolsa Família do PT virou uma fraude. Uma fraude eleitoral.

Humano ou desumano?

Quando uma ministra do seu governo foi para as redes sociais acusar a oposição de espalhar os boatos que geraram a corrida à Caixa para sacar o Bolsa voto, a mamulenga Dilma Rousseff disse que o autor era "desumano". Ontem, quando ficou provado que o início de tudo foi a irresponsabilidade e a incompetência da Caixa, ela declarou: "Somos humanos. O que estou dizendo é o seguinte: não é uma falha tópica que explica esses Estados [com rumores]." Depois disse que não autoriza ninguém a acusar a oposição --como fez a ministra Maria do Rosário, Ministra dos Direitos Humanos. Ou melhor, desumanos.Demissão que é bom, nada.

Cantor diz que apanhou porque merecia.

Em entrevista ao programa "De Frente com Gabi", do SBT, que foi ao ar na madrugada de ontem, o cantor Amado Batista disse não se sentir vítima do Estado por ter sido torturado durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985). Batista, 62, contou à jornalista Marília Gabriela que, antes de se tornar músico profissional, quando tinha por volta de 18 anos, trabalhava numa livraria. Ali, facilitou o acesso de intelectuais a livros considerados subversivos.

O artista, que morava em Goiânia, disse também ter aceitado enviar somas de dinheiro a um professor universitário do Maranhão que mais tarde descobriu estar envolvido em ações clandestinas de grupos esquerdistas. Segundo o cantor, quando os militares investigaram seus clientes na livraria, acabaram chegando até ele. Batista ficou preso por dois meses: "Me bateram muito. Me deram choques elétricos". "Um dia me soltaram, todo machucado. Fiquei tão atordoado. Queria largar tudo e virar andarilho."

Questionado sobre se teria vontade de confrontar seus torturadores, o cantor foi enfático ao recusar a ideia. "Fiz coisas erradas, eles me corrigiram, assim como uma mãe que corrige um filho. Acho que eu estava errado por estar contra o governo e ter acobertado pessoas que queriam tomar o país à força. Fui torturado, mas mereci."

Para o músico, a repressão foi um instrumento necessário naquele contexto, para evitar que "o Brasil virasse uma [espécie de] Cuba". O músico revelou ter sido procurado pela Comissão da Verdade, que investiga violações de direitos humanos praticados durante o regime militar, e que hoje recebe uma indenização do governo. "Tenho um salário de cerca de R$ 1.000, há algum tempo, mas acho desnecessário."

segunda-feira, 27 de maio de 2013

É preciso sempre saber quando uma etapa chega ao fim.

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado...

FERNANDO PIMENTEL ,MAIS UM CORRUPTO PROTEGIDO DA MAMULENGA DILMA.

Procurador confirma denúncia de corrupção contra ministro 'intocável'. 


Fernando Pimentel, o 'intocável' ministro do Desenvolvimento brasileiro, próximo à mamulenga Dilma  , foi acusado pelo Procurador-Geral da República de desvio de verbas.
O 'intocável'  amiguinho da mamulenga, o ministro do Desenvolvimento brasileiro, Fernando Pimentel, um dos colaboradores mais próximos dela e que a presidente, ao contrário do que fez com outros denunciados, manteve no governo apesar de inúmeras denúncias de irregularidades, está a ser acusado pelo Procurador-Geral da República (PGR), Roberto Gurgel, de desvio de verbas quando era presidente da câmara de Belo Horizonte, terceira maior cidade do Brasil. É ele, o ministro que a mequetrefe Dilma defende ferrenhamente, é o autor do crime de corrupção.
Fernando Pimentel, que coordenou a campanha da mamulenga Dilma  à eleição, em 2010, e é o mais cotado para chefiar também a campanha à reeleição nas presidenciais de 2014.
Na denúncia em causa, Pimentel é acusado diretamente do desvio de 1,9 milhões de euros da autarquia que liderou durante dois mandatos. Todavia, ele é acusado também de enriquecimento ilícito e de várias outras irregularidades milionárias em denúncias que ainda não chegaram ao supremo.

A Polícia Federal publicou nota na manhã de hoje afirmando ter descoberto a origem dos boatos sobre o fim do Bolsa Família.


Diferentemente do que se acreditava, a farsa não partiu de nenhuma agremiação que faz oposição ao governo, já que as mesmas, segundo a própria PF, não tem competência nem pra espalhar mentiras.
Segundo a conclusão apresentada no relatório do inquérito, “ocorreu um grande mal entendido, pois algumas pessoas tiveram acesso a um vídeo da campanha eleitoral de 2002, no qual o ex-presidente pinguço e picareta o Lula Esponja critica a política assistencialista dos governos. Algumas pessoas desinformadas pensaram que o vídeo era recente, e acharam que o pinguço Lula ia mandar acabar com o bolsa família”. No vídeo mencionado, o ex-presidente condena a distribuição de cestas básicas e tickets de leite, afirmando que tais medidas são uma verdadeira “compra de votos”. Segundo Maria Magalhães Mascarenhas de Macêdo, beneficiária do programa, o boato se espalhou quando “a gente viu o presidente dizendo que no Brasil ninguém votava por ideologia, que o povo pensa com o estômago e não com a cabeça, aí a gente pensou que ele ia ser coerente e ia mandar a mamulenga  Dilma acabar com a Bolsa (Família)”. Embora a PF tenha concluído que o vídeo do ex-presidente foi quem causou o mal entendido, Lula Esponja não será interrogado, pois segundo sua assessoria comunicou,(como sempre) ele não sabia de nada. Abaixo o vídeo que causou a confusão:

domingo, 26 de maio de 2013

Bode na sala.

A empresa de telemarketing que espalhou os boatos do final da Bolsa Família, que seria do Rio de Janeiro, não será apenas um bode na sala para encobrir uma sucessão de falhas da Caixa e do Ministério do Desenvolvimento Social? Se o dito call center existisse, a imprensa já teria divulgado o nome, o endereço e os diretores estariam prestando depoimento. Já vamos para três dias da denúncia. E nada. Estranho e muito suspeito. O governo, não a empresa de telemarketing.


O  BOATO  TAMANHO  FAMÍLIA




O  boato, que com certeza, foi espanhado pelo desgoverno dos petralhas, que  iriam acabar com o "ócio remunerado" também conhecido como bolsa família. Esta dando o que pensar...!
Logo agora que o senado aprovou a "bolsa balaio noturno" de mais de 2.000 reais para garotas de programa.Houve uma puta confusão, onde o povão de "lulodependentes"  que adora viver de migalhas em troca de votos correu aos bancos para sacar os benefícios.
Novecentos mil "indivíduos votos" sacaram 152 milhões dos cofres da caixa. 
Para uma coisa serviu o boato, para lembrar que o PT adora lançar boatos, e não foi a primeira vez que eles utilizaram
 "a bolsa voto" para isso.  
 E o que foi visto? imagens de bolsistas nem tão miseráveis assim, com celulares, bijuterias, quase todas com maquiagem, unhas pintadas. E segundo algumas testemunhas que declararam para jornais: Teve gente que veio até de carro. Se o beneficio é para que o cidadão não passe fome... que tem condições de gastar com supérfluos...motos, celulares e carros... não precisa dele.
Passou da hora deste  governo petralha investigar para onde vai o nosso dinheiro. 
Tem muita gente safada recebendo bolsa sem necessidade,recebendo as migalhas do estado. Já basta da petralhada pendurada em cabides de empregos, no maior aparelhamento de máquina pública do mundo.
O mais interessante é ver que toda essa tragédia se deu justamente nos estados onde o PT sempre ganha  as eleições para presidente, os estados onde o poço sem fundo do populismo vagabundo continua perpetuando a miséria e a ignorância. Fora a trambicagem das urnas eletrônicas, que são altamente fraudáveis.
E depois vem a mamulenga da presidente, aos berros dizer que o que fizeram foi uma desumanidade! oras, desumano é manter uma parcela da população tutelada ao estado, sem condições de crescer como cidadão, vivendo de migalhas e trambiques, uma vez que, aquele que recebe bolsa e se nega a ser registrado no emprego está cometendo fraude contra a união. Mas, no PT, a fraude e a sacanagem fazem parte do DNA dessa cambada vermelha.
Agora a PF vai investigar para chegar aos culpados. Não vai chegar! 
Na minha opinião, esse boato partiu de dentro do próprio governo, ou setores ligados à ele, aquele velho jogo imundo que o PT tem por hábito em fazer na política. 
O pior é o "ócio remunerado" vai continuar... 
Infelizmente o Bolsa Família é como o inferno,é uma droga, só tem a porta de entrada. Sair é praticamente impossível.
Agora vamos esperar que a mamulenga da Dilma venha à TV fazer mais um pronunciamento desconexo, sem pé nem cabeça, que no meio vai dar para entender que os petralhas  não vão acabar com a  "galinha dos votos de ouro" que é o Bolsa Família. E todos nós continuaremos sustentando este governo corrupto.
E "vamos que vamos" que a copa das confederações já está com os ingressos esgotados.

Dilma Cristina 


Faltando 17 meses para as eleições presidenciais de 2014, a mamulenga Dilma Rousseff começa a repetir a trajetória de Cristina Kirchner. Se a Argentina enfrenta uma economia totalmente desorganizada e denúncias comprovadas de corrupção envolvendo ela e os altos escalões do governo, pelo menos ainda tem crescimento econômico. Cresce três vezes mais do que o Brasil. Como lá, aqui existem tentativas de calar a Justiça e a Imprensa. A economia está parada. Os níveis de corrupção atingem números insuportáveis. A inflação dispara. Não há mais obra pública que não dobre de prazo e de preço. A mamulenga Dilma Rousseff, assim como a vivuvinha picareta Cristina Kirchner, acharam que o povo lhes deu um "cheque em branco" para comandarem, de forma ditatorial, os seus países. Uma agarrada à imagem do marido falecido. A outra à imagem de um ex-presidente pinguço e picareta  e que lhe deixou uma herança maldita. Ao que tudo indica, os próximos 18 meses marcarão a "cristinização" da mamulenga Dilma, afogada pela crise econômica e pelos escândalos de corrupção envolvendo o seu governo. É o famoso efeito Orloff. Agora não só na economia, mas também na política.